sexta-feira, dezembro 18, 2015

Entenda por que o estresse pode ter relação com o aumento de peso

video
Bem Estar alertou que estresse pode engordar. Para evitar, a dica é 'quebrar' correria do dia com atividades prazerosas.

Com a correria do dia a dia, é muito difícil encontrar tempo para sentar e comer bem e com calma. O problema é que esse ritmo acelerado pode levar ao estresse, que pode ter relação inclusive com o aumento de peso, como explicou o endocrinologista Alfredo Halpern no Bem Estar.

Segundo o médico, o estresse crônico faz aumentar o cortisol e ainda pode afetar um sistema dentro do corpo chamado endocanabinóide. Esse sistema geralmente é ativado quando a pessoa precisa comer e acumular energia; em uma situação de estresse crônico, no entanto, ele fica ativado o tempo todo, como um mecanismo de defesa para acalmar e combater esse estresse. O problema é que, com o sistema permanentemente ativado, a pessoa sente mais fome e come mais, podendo até desenvolver doenças, como diabetes e hipertensão.

Há também uma causa na maneira com que o cérebro reage a uma situação de estresse – nessa situação, ele precisa de açúcar, que é liberado em excesso pelo fígado. Se não utilizado, esse açúcar se acumula no corpo como uma reserva e, para corrigir a glicemia, o organismo o transforma em gordura, que acaba armazenada no tecido adiposo e pode se concentrar principalmente na barriga, como mostrou a reportagem da Ana Brito. Prof Armando Ribeiro - psicólogo e coordenador do Programa de Avaliação do Estresse do Centro Avançado em Saúde da Beneficência Portuguesa de São Paulo foi um dos especialistas consultados para esta matéria.

Para agravar, na hora do estresse, naturalmente as pessoas têm uma vontade incontrolável de comer um doce, como um chocolate, por exemplo. Essa busca por algum alimento mais calórico se justifica porque eles liberam serotonina e trazem sensação de prazer, que ajuda a diminuir o estresse. O problema é que essa sensação é passageira na maioria das vezes e logo vem o sentimento de culpa, como lembrou o médico.

Por isso, a dica é pensar bem antes de comer, planejar a alimentação e tentar quebrar a rotina de alguma maneira. O terapeuta Fábio Romano deu a dica de realizar exercícios de respiração ou realizar atividades prazerosas, como aulas de pintura ou atividade física, por exemplo, que ajudam a desacelerar e a combater o estresse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário