quinta-feira, junho 22, 2017

Membro do Conselho Editorial da revista Arquivos Médicos

Sinto-me honrado em compor o Conselho Editorial da revista científica "Arquivos Médicos" da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP). Apoiar o desenvolvimento das ciências médicas com uma visão multidisciplinar é fundamental para o atendimento integral à saúde e promoção do bem-estar e da qualidade de vida.

quarta-feira, junho 21, 2017

Venha paz interior... Yoga Day

Venha paz interior... Eu não tenho o dia todo...

Onde nasce a paz... Yoga Day

Onde nasce a paz...

O Yoga é um processo muito maior de respiração da vida no sistema humano através de uma abordagem holística que funciona com o corpo e a mente #YogaDay (UNESCO)

Yoga is a much larger process of breathing life into the human system through a holistic approach that works w/ the body & the mind #YogaDay (UNESCO)

Dia Internacional do YOGA

Yoga é uma arte de viver, uma forma de ser, trata-se de encontrar o verdadeiro Self e se conectar com ele. No dia 21 de junho, junte-se às celebrações Yoga Day. (UNESCO).

Yoga is an art of living, a way of being, it is about finding one's true Self & connecting with it. On 21 June, join Yoga Day. (UNESCO).

segunda-feira, junho 19, 2017

10 maus hábitos podem envelhecer sua pele; acabe já com eles!


Os efeitos do tempo são inevitáveis. Mas fumar, dormir pouco e fugir dos exercícios são alguns maus hábitos, que podem acelerar bastante o processo de envelhecimento da pele. Entenda o que acontece caso a caso com 10 inimigos da pele bonita e saiba como impedir que eles prejudiquem sua beleza. 

1- Cigarro
Estudo realizado pela Santa Casa de São Paulo concluiu que o envelhecimento facial de um fumante ocorre 3,5 vezes mais rápido em comparação com alguém que não fuma. "O cigarro possui aproximadamente 4700 substâncias tóxicas", explica a dermatologista Marcela O tabaco atrapalha o processo de oxigenação e nutrição da pele, além de estimular a produção de radicais livres -- substâncias que estão entre os maiores causadores do envelhecimento cutâneo. "As toxinas do cigarro causam a degradação das fibras de colágeno, responsáveis pelo tônus, deixando a pele mais flácida, fina, com rugas profundas -- principalmente ao redor dos olhos e lábios --, sem brilho e com tonalidade amarela-acinzentada", explica a médica.

2- Esquecer o hidratante
Cremes hidratantes ajudam a manter a pele saudável e bonita, pois criam uma barreira de proteção contra as agressões externas. "A hidratação auxilia na manutenção do brilho e da textura macia da pele. Sem esse cuidado, as rugas e marcas de expressão ficam mais evidentes", diz a dermatologista Viviane Nunes. Para garantir um aspecto jovem por mais tempo, a orientação da especialista é usar hidratantes todos os dias, no rosto e no corpo, apropriados para a região e o tipo de pele, prescritos por um dermatologista. 

3 - Estresse 
"Sabemos que cinco minutos de estresse crônico podem levar a uma perturbação orgânica de até seis horas. A pele, evidentemente, reflete isso", afirma o psicólogo Armando Ribeiro, especialista em estresse pela Universidade de Harvard. O estresse provoca a liberação de cortisol, adrenalina e noradrenalina no corpo, leva à constrição dos vasos sanguíneos, prejudica o transporte de oxigênio e nutrientes nos tecidos. "Essas substâncias também aumentam a produção de radicais livres, que aceleram o envelhecimento", explica a dermatologista Gardênia Palomino. 

4 - Álcool e conservantes 
Alguns alimentos aceleram o envelhecimento, pois induzem a produção de radicais livres, como é o caso dos industrializados, com grande quantidade de conservantes. O álcool, por outro lado, prejudica os níveis de vitamina A, antioxidante essencial para a renovação celular. Já os alimentos ricos em vitaminas, minerais e que são fontes de proteínas colaboram para a regeneração da pele, combatem os radicais livres e ajudam a manter a hidratação. "Boas fontes desses nutrientes são frutas ácidas e oleaginosas, gema de ovo, frutos do mar, grãos integrais, chás preto e verde, carnes magras, leite e derivados, entre outros", afirma a dermatologista e nutróloga. 

5 - Fugir da academia 
Estudo publicado no periódico Sports & Exercise mostrou que a prática de atividade física retarda a diminuição do comprimento dos telômeros. "Essas estruturas são pequenas cápsulas encontradas no final das cadeias de DNA, que o protegem contra possíveis danos causados pela divisão e replicação celular. À medida que as células envelhecem, os telômeros naturalmente encurtam e se desgastam", explica o educador físico Ronaldo Freitas, professor da academia Les Cinq Gym. Atividades físicas regulares – aeróbicas de baixa e média intensidade e exercícios de fortalecimento muscular -- também melhoram a qualidade do sono, aliviam o estresse e ativam a circulação sanguínea, permitindo uma oxigenação mais eficaz dos tecidos.

6 - Descuidar do filtro solar
O protetor solar é imprescindível, independentemente da temperatura. Isso porque no outono e inverno, mesmo que ocorra uma diminuição dos raios UVB, os raios UVA continuam agindo, causando lesões pré-malignas, rugas finas e manchas na pele. "Mesmo em casa, as luzes das lâmpadas fluorescentes e do computador também podem trazer prejuízos", diz a dermatologista Gardênia Palomino. Hoje, existem fotoprotetores com substâncias antioxidantes e antienvelhecimento que, além de prevenirem o aparecimento de rugas, ajudam a amenizar as marcas de expressão existentes. "Temos protetores para pele jovem oleosa, pele seca mais madura, para esportistas, para ser usado como base ou primer, antes da maquiagem. Não há mais desculpa para não usar filtro solar, sempre com prescrição dermatológica”, diz a dermatologista Viviane Nunes. 

7 - Poluição
Nos grandes centros urbanos, outra grande vilã é a poluição, que mantém na atmosfera várias substâncias prejudiciais, entre elas o dióxido de nitrogênio e o hidrocarboneto. "Essas substâncias podem atravessar a barreira cutânea e estimular cascatas químicas que vão gerar inflamações crônicas, acelerando o envelhecimento da pele e danificando o colágeno", afirma o dermatologista Alexandre Okubo. Para se proteger adequadamente, é preciso investir em uma limpeza diária completa, que inclui o uso de um sabonete, de um tônico e de um creme de tratamento. "Existem produtos prontos com ativos que ajudam a bloquear a ação nociva dos agentes poluentes. Para manipulação, também temos excelentes ativos, como Exo-P, Pollushield, I-defender, entre outros, que devem ser prescritos por dermatologistas", diz a dermatologista Viviane Nunes.

8 - Noites mal-dormidas
É durante a noite que produzimos colágeno, proteína que, entre outras funções, mantém a pele firme e com viço. “O hormônio do crescimento, excretado durante o sono, também é importante para a renovação celular, retardando o envelhecimento da pele”, explica Shigueo Yonekura, neurologista especialista em distúrbios do sono pelo Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo (USP). Para piorar, na falta de um descanso reparador, a quantidade de cortisol na corrente sanguínea dispara, acelerando a formação de radicais livres. A saída é dormir o suficiente para acordar descansado e, de preferência, sem precisar usar o despertador. 

9 - Açúcar e gorduras 
Não só os doces, como os alimentos salgados com alto índice glicêmico – caso dos pães, massas e batatas, por exemplo -- aumentam o processo de glicação das fibras de colágeno. "Na prática, o colágeno fica mais enfraquecido. O resultado é que a pele se torna mais flácida e mais suscetível ao aparecimento de rugas", explica o dermatologista Alexandre Okubo. As gorduras -- principalmente as trans --, favorecem os processos inflamatórios, que também prejudicam a pele, acelerando o envelhecimento do corpo como um todo. 

10 - Deixar de beber água
"As fibras de colágeno, responsáveis pela sustentação da pele, necessitam de água para se renovar e funcionar de maneira adequada", diz a dermatologista e nutróloga Brunna Borges. Além disso, a água favorece a excreção de toxinas do organismo, responsáveis por acelerar o envelhecimento. A hidratação de dentro para fora também melhora muito o aspecto da pele, tornando as rugas menos perceptíveis. Para saber a quantidade de água ideal, a orientação dos especialistas é multiplicar seu peso por 35. Uma pessoa que pesa 70 kg, por exemplo, deve consumir 2,45 litros de água por dia.

Fonte: UOL

Demi Moore perdeu dentes da frente devido a estresse

Atriz revelou ter ficado banguela em participação no talk-show de Jimmy Fallon, na TV americana.

O estresse na carreira — e provavelmente também pelo fim do casamento com o ator Ashton Kutcher, que a deixou abalada — levou Demi Moore a perder dois dentes da frente. A atriz, símbolo sexual por filmes como Striptease (1996) e Proposta Indecente (1993), fez a revelação durante entrevista ao humorista Jimmy Fallon, no The Tonight Show, do canal americano NBC.

“Você nos mandou uma foto que é uma das coisas mais loucas que eu vi nos últimos tempos. Como isso aconteceu?”, quis saber Fallon, segurando um porta-retrato em que Demi aparecia desdentada. “Eu perdi os dentes da frente. Adoraria dizer que foi andando de skate ou algo assim bacana, mas de todo modo acho importante compartilhar a causa, que, depois do coração, é um dos principais assassinos dos Estados Unidos: o estresse.”

A atriz ainda contou que as filhas se divertiram com a situação, que a fez parecer mais “humana” e “vulnerável”.

Fonte: Veja

domingo, junho 18, 2017

AMAR, faz bem!

Olha o que amor me faz...
Amar é mesmo tudo de bom! 
Confira o que o amor pode fazer pela sua saúde...

quinta-feira, junho 15, 2017

Shantala. O SUS das Práticas Integrativas

Técnica trazida da Índia fortalece vínculo entre mãe e bebê em Lapão (BA)

A experiência com as Práticas Integrativas e Complementares (PICS) é recente no município de Lapão, na Bahia. As oficinas de Shantala começaram a ser ofertadas no início do ano. Até o momento, a prática foi implantada em cinco Unidades Básicas de Saúde (UBS), mas a previsão é que se expanda para as outras cinco ainda este ano. A técnica é oferecida por meio de demanda espontânea e oficinas com grupos de gestantes .

A Shantala é uma massagem para bebês que surgiu no Sul da Índia. A técnica foi difundida no ocidente pelo médico francês Frederick Leboyer. Estudos mostram que o método terapêutico pode trazer benefícios respiratórios, digestivos, imunológicos, relaxantes e analgésicos.

O projeto de implantação teve apoio do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e coordenado pelo Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf) em Lapão (BA). Durante as oficinas de Shantala, é ensinada a técnica e apresentados os benefícios relacionados a essa prática. As gestantes são orientadas a levarem bonecas e as mães os bebês para aprenderem na prática.

“No mês de maio, atendemos 55 pessoas. A expectativa é de que por meio das oficinas programadas para os próximos meses, contabilizando gestantes, mães e filhos seja alcançado um número de 200 pessoas, podendo ser maior”, conta a fisioterapeuta da equipe Nasf Milena de Almeida, que trabalha no programa.

O recurso é indicado às gestantes e às mães com bebês até os seis meses de idade para contato inicial com a técnica. Não é recomendável realizar a massagem quando o bebê estiver com dor ou irritado, para que seja sempre associada a um momento de prazer. Os benefícioFonte: s são: fortalecimento do vínculo afetivo do bebê com quem realiza a massagem, auxílio à digestão, alívio de cólicas e fortalecimento do sistema imunológico do bebê.

Mais PICS
O primeiro passo do município para a oferta de PICS foi a Shantala, porém já está em andamento o processo de implantação do “Cura Nativa”, que consiste no cultivo de plantas medicinais junto à comunidade. O projeto será coordenado pelos farmacêuticos da equipe NASF. Além disso, profissionais da rede estão fazendo curso em auriculoterapia, formação oferecida pelo Ministério da Saúde em parceria com a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), para implantar a prática no município.

“Os bons resultados das PICS no cuidado à saúde dos cidadãos têm estimulado à equipe a buscar formação e a gestão municipal a investir em novas práticas integrativas. Demos o “pontapé” inicial com as oficinas de Shantala e pretendemos ampliar o acesso e avançar com a implantação de outras técnicas”, explica Milena de Almeida. 

Curiosidade
A técnica foi trazida para o ocidente pelo ginecologista francês Frédérick Leboyer por volta da década de 1970, depois de uma viagem à Índia. O médico ficou encantado com uma mãe massageando seu bebê. Pesquisou sobre a massagem que era tradição e batizou a técnica com o nome da mulher: Shantala. 

Boas experiências
Na semana que vem, descubra como a Biodança mudou a realidade de Joinville (SC). Histórias como a de Lapão ocorrem em todo o país. Se no seu município há oferta de osteopatia, musicoterapia, quiropraxia, Ayurveda, dança circular, acupuntura, Terapia comunitária integrativa ou Yoga, envie sua história para o e-mail: educomunicacao.dab@gmail.com. Queremos divulgar experiências bem sucedidas para incentivar outros municípios a investirem na estruturação das PICS, bem como na melhoria da promoção, prevenção e cuidado da população.

Leia também

terça-feira, junho 13, 2017

Gravações para o programa Em Forma da RIT TV

Bastidores do programa Em Forma da RIT TV. O programa é apresentado pelas jornalistas Mari Patrão e Renata Caetano.

Armando Ribeiro foi o especialista convidado para falar sobre "DETOX EMOCIONAL" no programa Em Forma da RIT TV. Aprender a reconhecer os pensamentos tóxicos que sabotam os planos de um estilo de vida saudável são passos fundamentais para uma mudança comportamental consistente e duradoura. Pensamentos e emoções negativas podem levar a autossabotagem frente a programas de reeducação alimentar e atividade física, contribuindo para o "efeito sanfona" e a perda dos passos conquistados. Livrar a mente dos "pensamentos tóxicos" é tão importante quanto livrar o corpo do excesso de "agrotóxicos" e outros poluentes encontrados nos alimentos e no meio ambiente.

A apresentadora Mari Patrão aprendeu sobre as vias cerebrais dos pensamentos / emoções tóxicas, além de ser desafiada a gerenciar o seu stress fisiológico através de um moderno equipamento de biofeedback (atividade eletrodérmica - EDA). Será que a apresentadora conseguiu gerenciar o seu stress durante o programa? Assista... no programa Em Forma.

Prof Armando Ribeiro com as apresentadoras Renata Caetano e Mari Patrão do programa Em Forma da RIT TV.

O Prof Armando Ribeiro foi convidado a saborear o prato executado pelo chef Sérgio Correa do restaurante Chez Vous.

segunda-feira, junho 12, 2017

Já abraçou seu amor hoje? Dia dos Namorados...

Já abraçou seu amor hoje? 
Além de ser gostoso, traz muitos benefícios à saúde 💕

Papo sobre “Os 18 anos dos filhos” - Programa Papo de Mãe da TV Cultura

Assista o programa no link

Mariana Kotscho e Roberta Manreza recebem convidados e especialistas para um papo sobre “Os 18 anos dos filhos”. TV Cultura.

Fazer 18 anos é um marco para os filhos e também para os pais. Os adolescentes comemoram a maioridade porque passam a ter mais direitos, mais independência, mas também, mais responsabilidades.

Como será que os pais encaram esta fase e o que pensam os filhos sobre esta nova etapa da vida?

Participam do papo os convidados: Luciene Machado Corrêa, faturista, mãe do Kauan (19) e do (23); Newton Augusto Braz, bancário, pai da Natália Félix (17) e do Gabriel (10); Andrea Karamekian, empresária, mãe do João Ricardo (18) e do André (14).

Especialistas: Armando Ribeiro, psicólogo; Bianca Lundberg, hebiatra; Paulo Jacob, advogado criminalista; e Eduardo de Oliveira, superintendente educacional CIEE – Centro de Integração Empresa-Escola.

Na reportagem de Fernanda de Luca, vamos acompanhar uma aula de autoescola. E Letícia Bragaglia bate um papo com as pessoas pelas ruas de São Paulo.

Papo de Mãe é um programa imperdível e fundamental para quem vive as dores e as delícias da vida em família. Informal com informação. Emocionante. Interativo. E com muita prestação de serviço.

Apresentação: Mariana Kotscho e Roberta Manreza


Fonte: Papo de Mãe

Amar é... o melhor método anti-stress.

Amar é... o melhor método anti-stress.

domingo, junho 11, 2017

Vilões da imunidade

Seu sistema imunológico é o herói do seu organismo. Mas alguns hábitos podem diminuir suas forças e te deixar mais fraco.

sexta-feira, junho 09, 2017

Gravação para o Bem Estar

Recebendo a equipe do programa Bem Estar da TV Globo no hospital... Entrevista no corredor da instituição é nível "hard" de gravação. Pra mostrar que não basta falar de stress se não aprender a gerenciá-lo na prática.

quinta-feira, junho 08, 2017

SAÚDE EMOCIONAL dos canais FOX LIFE e BEM SIMPLES - Curiosidades

Recordações do programa Saúde Emocional dos canais FOX LIFE e BEM SIMPLES. O programa foi pioneiro na grade da FOX América Latina voltado ao tema de saúde e bem-estar. As gravações aconteceram na "hermosa" cidade de Buenos Aires (Argentina) nos estúdios da TV Utilísima para a FOX. A produção e a direção era composta por argentinos e brasileiros e para condução do programa a dupla Camila Montandon (BRA) e Jason Gilbert (AUS). Entre os especialistas, convidados, entre eles: Prof. Armando Ribeiro (psicólogo), Dr. Alex Xavier (médico homeopata), Dr. Marcelo Cantarelli (médico cardiologista), Dr. Marcelo Dratcu (médico clínico), Dr. Mara Diegoli (médica ginecologista), Dr. Ana Paula Peña Dias (médica neurologista) e Dr. Eugenio Mussak (médico e escritor).
 📺  🎥

A primeira temporada do programa Saúde Emocional foi gravada integralmente nos estúdios da TV Utilísima da FOX TOMA UNO em Buenos Aires (Argentina) no turístico e conhecido bairro de Santelmo em dezembro de 2010 e contou com um total de 26 episódios, cada um com duração de 23 minutos. 

Curiosidades sobre os bastidores das gravações... Sabia que alguns dos especialistas do programa Saúde Emocional apenas se conheceram na chegada a Buenos Aires? Os especialistas ficaram hospedados no Gran Boulevard Hotel em frente ao Obelisco e a apenas sete quadras dos estúdios de gravação da FOX TOMA UNO. Nem todos os especialistas se encontraram durantes as gravações, pois alguns retornaram ao Brasil imediatamente após a gravação de seus temas e outros chegaram na segunda semana de gravações. As gravações chegavam a 9h por dia e gravamos os episódios fora da ordem cronológica. Cada programa foi composto por 3 blocos de gravação. O primeiro bloco consistia em: apresentação, matéria sobre um tema de saúde, entrevista, coluna do psicólogo e infográfico. O segundo bloco: consultório clínico e matéria especial. O terceiro bloco: dicas dos especialistas e encerramento do programa. Durante as gravações os especialistas assistiam atrás das câmeras os erros e acertos dos colegas, o que invariavelmente gerava muitas risadas e brincadeiras para relaxar do clima tenso da TV. Os especialistas do programa Saúde Emocional descobriram os estúdios de gravação dos programas Homens Gourmet, Lar Express e Sabores de Família (México) pelos aromas que vinham da preparação dos deliciosos pratos...     

Quiz... Quem lembra do jingle do programa Saúde Emocional? Qual foi a primeira garota-propaganda do canal Bem Simples? Escreva nos comentários...

DETOX EMOCIONAL. Livre-se das emoções negativas e conquiste o equilíbrio.

Prof Armando Ribeiro foi um dos especialistas consultados para a matéria  de capa "DETOX EMOCIONAL. Livre-se das emoções negativas e conquiste o equilíbrio" da revista CLÁUDIA (junho / 2017).

DETOX EMOCIONAL. Excesso de ansiedade, raiva, frustração, medo e mágoa está para o comportamento assim como gorduras, carboidratos e açúcares para a forma física. Combater a toxicidade desses sentimentos traz de volta o equilíbrio. A matéria é assinada pela jornalista Fernanda Colavitti.

"A realidade alarmante gera maior secreção de cortisol e adrenalina, hormônios do estresse"
Armando Ribeiro, neuropsicólogo

"O stress deixa de ser normal e avança, diminuindo a capacidade de exercer a empatia. Por não vermos as situações com clareza, nos achamos injustiçados" 

Confira a matéria completa na revista CLÁUDIA (junho / 2017)

quarta-feira, junho 07, 2017

Reflexologia: O SUS das Práticas Integrativas

Na sexta matéria da série sobre PICS na Atenção Básica, o cuidado do corpo começa pelos pés. A história de hoje é de Balneário Piçarras (SC)

A reflexologia é uma prática muito antiga. É a ciência que estuda a manipulação de áreas reflexas nos pés e nas mãos por meio de massagens. A pressão feita em determinados pontos é capaz de estimular diferentes partes do corpo, buscando harmonizar o que está em desequilíbrio. É um poderoso tratamento complementar, além de ajudar na promoção da saúde.

Existem muitas terminações nervosas nos pés que podem ser estimuladas para restaurar a comunicação com o cérebro por meio de canais aferentes. A reflexologia fortalece o organismo, ajuda na circulação, favorece a limpeza intersticial das células, proporciona desintoxicação e melhora o poder de absorção de nutrientes.

Isso acontece porque os plexos nervosos são terminações interligadas em uma área específica. Quando estimulados corretamente, enviam e recebem informações dos órgãos a que estão conectados restabelecendo o funcionamento ideal e, por consequência, a saúde integral do organismo. O toque é uma forma de comunicação e proporciona mudanças fisiológicas no corpo, como na concentração de hormônios, alterações na atividade do sistema nervoso central e periférico e na regulação da homeostase do corpo.

Os cidadãos de Balneário Piçarras, Santa Catarina, têm acesso ao recurso terapêutico desde 2014. O atendimento começou nos Centros de Atenção Psicosocial (CAPS) e, depois, se estendeu aos grupos de vivências com Shantala (massagem indiana para bebês). Atualmente, o município oferece em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS).

"É ensinada as gestantes e puérperas na sala de espera do pré e pós gestação. O corpo inteiro tem pontos representados nos pés e nas mãos. Quando a estimulação é feita corretamente, é capaz de equilibrar distúrbios físicos e emocionais”, explica a naturóloga Priscilla Cardoso, da Secretaria de Saúde de Piçarras. O encaminhamento pode ser feito por qualquer profissional de saúde da UBS ou CAPS. É avaliado a necessidade das PICS em cada caso. É um trabalho multiprofissional.

Em média, mais de duas mil pessoas recebem atendimento Práticas Integrativas e Complementares (PICS) por ano. Além de reflexologia, o município oferta arteterapia, shantala, Lian Gong (técnica corporal da Medicina Tradicional Chinesa), fitoterapia, auriculoterapia, acupuntura e balneoterapia. Ainda no primeiro semestre, será oferecido Geoterapia, tratamento de desintoxicação para ex dependentes químicos com argila verde, no CAPS.

Saiba mais

Indicações

Dificuldades digestivas, distúrbios do ciclo menstrual, sinusite, sobrecarga linfática, dores de cabeça e coluna, constipação, insônia, desintoxicação, relaxamento, bem estar, saúde integral do ser humano.

Contra indicações
Absolutas: inflamações do sistema linfático e venoso (trombose), corpos estranhos na proximidade de órgãos vitais, como estilhaços de ferimentos, aneurismas, transplantes, melanomas, leucemia.

Relativas: doenças relacionadas diretamente com os pés, gangrena nos pés (diabéticos), eczema intenso ou afecção de micose generalizada nos pés, doenças infecciosas ou com febre alta, doenças reumáticas em surto doloroso agudo (apenas movimentos suaves e cuidadosos), psicoses, outras doenças que impossibilitam o tato ou a sensibilidade do interagente, como hanseníase.

*Evitar na gestação 1º, 2º, 3º e 9º mês. Após o 4º mês, é indicada uma vez por semana. A pressão nos pontos deve ser reduzida pela metade.

Boas experiências

Na semana que vem, descubra como a Shantala mudou a realidade de Lapão (BA). Histórias como a de Balneário Piçarras em todo o país. Se no seu município há oferta de osteopatia, musicoterapia, quiropraxia, Ayurveda, biodança, dança circular, Terapia comunitária integrativa ou Yoga, envie sua história para o e-mail: educomunicacao.dab@gmail.com. Queremos divulgar experiências bem sucedidas para incentivar outros municípios a investirem na estruturação das PICS, bem como na melhoria da promoção, prevenção e cuidado da população.

Leia também

O quarteto fantástico da felicidade!

Serotonina, endorfina, dopamina e ocitocina são os hormônios relacionados a sensação de bem estar e prazer na vida. O quarteto fantástico da felicidade by Armando Ribeiro on Scribd

segunda-feira, junho 05, 2017

Hoje é dia de chutar o balde: balde ao gol. Programa Como Será. TV Globo

Participação especial do Prof Armando Ribeiro no quadro "Hoje é Dia de Chutar o Balde" conduzido por Alexandre Henderson do programa Como Será da TV Globo e apresentado por Sandra Annenberg.


Alexandre Henderson faz uma brincadeira onde pessoas que estão vivendo situações-limite em suas vidas podem chutar o balde para um gol.

O juiz da partida é Armando Ribeiro, psicólogo e coach que avalia, caso a caso, se essa atitude realmente vale a pena. O goleiro é Valdemir Pereira, que já tem experiência em chutar o balde... O Valdemir trabalhava como vistoriador de veículos, chutou o balde e abriu uma cafeteria!

Veja mais Hoje é Dia de Chutar o Balde em:
Hoje é dia de chutar o balde: chutar ou não chutar, eis a questão!
Hoje é dia de chutar o balde: chute à grega
Hoje é dia de chutar o balde: balde musical

Fonte: G1

quinta-feira, junho 01, 2017

Gravações para o programa Saúde é Vida da Rede Vida de TV

Prof Armando Ribeiro foi um dos especialistas consultados pelo programa Saúde é Vida da Rede Vida de TV. O programa abordará as novidades no tratamento do estresse crônico.

A jornalista Moniele Nogueira experimentou alguns dos modernos equipamentos de biofeedback / neurofeedback para avaliação do estresse psicofisiológico. Será que a jornalista conseguiu gerenciar o seu estresse durante a reportagem? Confira no Saúde é Vida...

Trânsito mata de depressão. J18 da RIT TV

Um pesquisa realizada na Inglaterra confirmou que quem passa mais de uma hora por dia preso no trânsito tem mais chances de sofrer de depressão ou stress. Contribuição do Prof Armando Ribeiro para o jornal J18 da RIT TV.

Pesquisa mostra que estresse no trânsito leva a depressão. JORNALDAS22 da RIT TV

Uma pesquisa realizada na Inglaterra confirmou que quem passa mais de uma hora por dia preso no trânsito tem mais chances de sofrer de depressão ou stress. Contribuição do Prof Armando Ribeiro para o #JornalDas22 da RIT TV.

Estrés en los ejecutivos de America Latina - conversación con Armando Ribeiro (Brasil)

Estrés en los ejecutivos de America Latina, entrevista con Armando Ribeiro desde Brasil con lá conducción de Claudia Juarez desde México.

En este programa hablé con el Dr. Armando Ribeiro sobre el estrés en los ejecutivos de México y Brasil y el impacto que tiene en la salud y la productividad.

Mi colega Armando Ribeiro y yo conversamos sobre el estrés en los ejecutivos y el uso de herramientas para la gestión del estrés. Meu colega Armando Ribeiro e eu conversamos sobre o estresse em executivos e o uso de ferramentas para gestão de estresse #mexico #brasil #workingtogether #stress #management

quarta-feira, maio 31, 2017

A medicina milenar chinesa no SUS

A Medicina Tradicional Chinesa (MTC) remota há milhares de anos e a Acupuntura há pelo menos três mil anos. Mas foi a partir da construção do Sistema Único de Saúde (SUS), em 1988, que estados e municípios brasileiros começaram a implementar algumas práticas chamadas de integrativas na saúde pública, que engloba a MTC, a homeopatia, o uso de plantas medicinais e fitoterápicas, o termalismo, a medicina Antropofósica, entre outras.

Em 2006, o Ministério da Saúde institucionalizou essas práticas em nível nacional. Isso ajudou a aumentar ainda mais a busca por elas e o número de procedimentos realizados pelo SUS. O número de sessões de acupuntura, por exemplo, mais que triplicou somente nos casos financiados pelo Governo Federal. Eles saltaram de 122.397 em 2008 para 406.840 de janeiro a novembro de 2013. Um levantamento feito pelo Programa Nacional de Melhoria de Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ) entrevistou 17.098 equipes de saúde da família. Dessas, 3.186 afirmam oferecer alguma Prática Integrativa, representando 18,63% do total. 

“No primeiro momento, a procura era mais tímida. Só quem conhecia os recursos terapêuticos procurava estas práticas integrativas, mas a qualidade que elas agregam ao cuidado é percebida muito rapidamente. Hoje a busca cresce geometricamente”, opina o Dr. Marcos Trajano, médico generalista especializado em MTC, acupuntura e saúde da família. Ele gerencia uma Unidade Básica de Saúde (UBS) da Regional de Samambaia, no Distrito Federal.

A Medicina Tradicional Chinesa, que engloba a acupuntura, é um sistema médico integral. Como fundamento, aponta a teoria do Yin-Yang, divisão do mundo em duas forças ou princípios fundamentais. O objetivo é obter meios de equilibrar essa dualidade. “Há uma gama de ações terapêuticas preventivas e curativas de baixo custo, fácil acesso e não interventivas, ou com um poder de intervenção menor”, explica o Dr. Trajano.

Suas várias modalidades de tratamento incluem acupuntura, plantas medicinais (Fitoterapia Tradicional Chinesa), dietoterapia, práticas corporais (lian gong, chi gong, tuina, tai-chi-chuan); práticas mentais (meditação); e orientação alimentar relacionadas à prevenção de agravos e doenças, promoção e recuperação da saúde.

Aposentada de 71 anos, Terezinha Maria de Jesus pratica há uns três anos Lian Gong - prática corporal da MTC - e automassagem de segunda à quinta com a Equipe de Saúde da Família (ESF) da UBS do Dr. Marcos Trajano, em Samambaia (DF). Diabética e hipertensa, Terezinha acredita que as atividades têm lhe ajudado muito. “Antes eu sentia muitas dores, e depois que passei a fazer essas ginasticas, as dores foram embora. Acredito que, tanto eu como as outras senhoras, se não fizéssemos isso já estaríamos todas atrofiadas e com problemas”, comenta a aposentada.

Lian Gong é uma ginástica terapêutica de atua, principalmente, na prevenção e tratamento de doenças musculares. Além da parte física, atua na questão da concentração e da respiração. Quem nos explica é o Agente Comunitário de Saúde (ACS) Giovane da Silva Dutra. “No inicio trabalhávamos mais com pessoas com problemas nas articulações, hoje muitos procuram para alcançar um equilíbrio emocional”, relata Giovane. 

“Os usuários reclamam muito da forma como são cuidados. A primeira contribuição das Práticas Integrativas é essa: exigem do cuidador e do usuário uma postura ativa, corresponsável com o tratamento, baseada em identidade, autoestima e autonomia”, comenta o médico Marcos Trajano. Entre os benefícios da MTC, ele ressalta principalmente a autonomia dos sujeitos através da responsabilização pelo seu próprio tratamento e a maior humanização do atendimento.

Práticas Integrativas – As práticas integrativas são assim chamadas porque elas encaram a saúde humana de forma integral. Cada prática desta é completa na abordagem aos problemas do corpo. “Surgiu, a partir da 8ª Conferência Nacional de Saúde, uma demanda dos usuários para que eles escolham as praticas curativas que vão usar. Escolhendo como se tratar, como querem ser vistos e cuidados pelo SUS”, conta Daniel Amado, consultor da Coordenação-Geral de Áreas Técnicas do Ministério da Saúde que trabalha com as práticas integrativas. “O interessante dessas praticas é que elas reforçam um olhar mais completo sobre o individuo. O Programa Saúde da Família (PSF), que está dentro das comunidades, já busca essa visão mais completa ao enxergar o paciente no seu território, na sua família. Essas práticas ampliam essa visão, reforçam essa ideia”, comenta Daniel.

Medicina Tradicional Chinesa - O SUS das Práticas Integrativas

Conhecimento milenar engloba vários métodos de cuidado. Em Blumenau (SC), o Tai Chi Chuan já faz parte da rotina da Atenção Básica

A Medicina Tradicional Chinesa (MTC) é a denominação dada ao conjunto de práticas de cuidado milenares na China. A Organização Mundial da Saúde (OMS), desde a década de 1970, incentiva os países membros da Organização das Nações Unidas (ONU) a implementarem políticas públicas para uso racional e integrado do recurso terapêutico chinês nos sistemas nacionais de atenção à saúde.

No Brasil, a MTC ganhou mais força ao entrar para a Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC), em 2006. Apesar da Acupuntura ser a mais conhecida do escopo de métodos, há também Fitoterapia chinesa,Tuina ou Tui Ná, Dietoterapia, Auriculoterapia, Moxabustão, Ventosaterapia e Práticas corporais — exercícios integrados com respiração, circulação de energia e meditação, como Chi Kung, o Tai Chi Chuan e outras artes marciais.

Por meio de um grupo da terceira idade de Blumenau (SC), a rotina de exercícios do Tai Chi começou a ser popularizada no município. “Logo no início da oferta da prática, em 2005, outras pessoas começaram a procurar. Atualmente, as turmas têm usuários de todas as idades”, explica Ethna Unbehaun, coordenadora Municipal das Práticas Integrativas e Complementares da Secretaria Municipal de Promoção da Saúde de Blumenau.

O Tai Chi Chuan consiste em uma sequência de movimentos executados de forma lenta, cadenciada e sequencial, envolvendo práticas de respiração para aumentar e equilibrar o Qi (pronuncia Chi), a força cósmica. O princípio básico envolve concentração no centro básico de energia vital conhecido como dantian (abdômen).

"Sempre tive problemas de hipertensão. Com o Tai Chi consigo manter a pressão regular. Também percebi ótimos resultados no aspecto psicológico porque comecei a interagir com outras pessoas", conta Zilma Maria, 74 anos, frequentadora assídua.

Os usuários têm acesso por interesse pessoal e/ou por indicação profissional. Após contato com a instrutora de Tai Chi, os pacientes recebem orientações e, se necessitarem, têm o exercício adequado às suas necessidades ou recebem indicações de outras práticas ofertadas pela rede. "Senti mudanças na força muscular e no equilíbrio do corpo. Praticar Tai Chi faz bem para minha mente e todo ser humano deveria fazer. É muito importante para minha vida", afirma Elvira Laurentis, 72 anos.

O município também tem meditação e hortas de plantas medicinais. Para 2017, a Secretaria Municipal de Saúde fará um diagnóstico da rede para ampliar a oferta das PICS.

Benefícios da prática do Tai Chi Chuan

Para o corpo: alonga os tendões, relaxa os músculos, estabiliza a pressão arterial, melhora o ritmo cardíaco, regula taxas hormonais (colesterol, triglicerídios, glicose), diminui dores e edemas, tranquiliza o sono, desenvolve a coordenação motora e percepção corporal.
Para a mente: estimula a memória, atenção e concentração, desenvolve a tranquilidade mental, amplia a percepção sensorial, propicia autoconhecimento, diminui o estresse, ansiedade, depressão e fobias.
Para a sociabilidade: possibilita convivência social, desenvolve amizades, divulga informação e conhecimento cultural.
Para o espírito: ameniza a agitação dos pensamentos, auxilia o foco no cuidado consigo e com a sociedade. Traz paz, saúde e harmonia aos participantes.

Boas experiências

Na semana que vem, descubra como a Reflexologia mudou a realidade de Balneário Piçarras (SC). Histórias como a de Blumenau estão em todo o país. Se no seu município há oferta de osteopatia, musicoterapia, quiropraxia, Ayurveda, biodança, dança circular, Terapia comunitária integrativa ou Yoga, envie sua história para o e-mail: educomunicacao.dab@gmail.com. Queremos divulgar experiências bem sucedidas para incentivar outros municípios a investirem na estruturação das PICS, bem como na melhoria da promoção, prevenção e cuidado da população.

A medicina chinesa encontra a psicoterapia

A medicina chinesa encontra a psicoterapia

Paula King acrescenta serviços de saúde psicológica e comportamental a uma prática que oferece tratamentos complementares e alternativos.

Quando os pacientes com problemas digestivos chegam a April L. Schulte-Barclay, doutor em acupuntura e medicina oriental, uma das primeiras coisas sobre as quais ela questiona é sobre o seu bem-estar emocional. "Eu posso fazer acupuntura e dar-lhes ervas chinesas, mas se continuarem se preocupando, sua digestão ainda será fraca e não alcançarão verdadeira saúde e equilíbrio", diz Schulte-Barclay, que dedicou mais de 4200 horas de estudo para obter sua graduação na Oregon College of Oriental Medicine em Portland.

Essa crença na conexão entre saúde emocional e física é por que Schulte-Barclay está tão feliz por ter a psicóloga Paula King, PhD, na clínica que ela dirige em Grand Junction, Colorado. Fundada em 2004, a Healing Horizons Integrated Health Solutions reúne profissionais de várias disciplinas - incluindo saúde comportamental, acupuntura, medicina chinesa, nutrição, massagem, terapia craniosacral e homeopatia - que trabalham em conjunto para melhorar o bem-estar geral dos pacientes. King e seus colegas também colaboram com quiropráticos externos, fisioterapeutas, psiquiatras e médicos que praticam a medicina ocidental.

"O foco é sobre como ajudar as pessoas a ser tão saudáveis ​​como podem ser em todos os seus aspectos", diz King, que presta serviços de saúde comportamental, psicológica e coaching.

King obteve um doutorado em aconselhamento em psicologia e educação de adultos da Arizona State University em 1985 e teve uma prática de psicologia clínica tradicional em Phoenix por 25 anos antes de se mudar para o Colorado, onde abriu outra prática privada há uma década. "Eu sempre tive interesse, crença e prática orientada para a saúde da mente, corpo e espírito", diz ela. Ela começou a ver alguns dos pacientes de Schulte-Barclay, depois permanece em tempo integral há cinco anos. "Eu estava procurando uma oportunidade para realmente fazer cuidados integrais", diz ela.

Enquanto King reconhece que a homeopatia e alguns dos outros serviços oferecidos pelo centro ainda são controversos, os clientes oferecem feedback positivo. "A evidência está nos resultados que vemos todos os dias", diz ela.

King e seus colegas praticantes trabalham juntos. Com a permissão dos pacientes, eles discutem os casos de clientes compartilhados e criam planos de tratamento que incorporam cuidados de vários profissionais. Os clientes também podem se inscrever para programas de "acumulação de bem-estar" de três meses para trabalhar em objetivos específicos. "Observamos quais são as coisas que irão apoiá-los no cumprimento de seus objetivos e do que eles já vêem como obstáculos", diz King, explicando que todos os profissionais envolvidos no programa de um cliente monitoram seu progresso continuamente.

Os clientes que desejam perder peso, por exemplo, podem trabalhar com a dra. King para explorar potenciais fatores psicológicos que contribuíram para ganhar peso. "Observamos se tem havido trauma ou outras razões pelas quais seria sensível para eles colocar peso, o que eles teriam que desistir se perderam o peso e qual seria o medo", diz King. Ao mesmo tempo, a nutricionista pode criar um plano alimentar, enquanto Schulte-Barclay pode usar ervas chinesas e acupuntura para melhorar o funcionamento do sistema adrenal, o que pode ajudar com a perda de peso.

Ajudar os clientes a enfrentarem doenças físicas, como câncer, é uma prioridade para a prática. "Nós não trabalhamos com o câncer per se, trabalhamos para apoiar os clientes através do tratamento contra o câncer", diz King, que é o único praticante da Healing Horizons cujos serviços clínicos são cobertos por seguros.

A prática também vê muitos clientes com problemas de fertilidade. Enquanto Schulte-Barclay aborda o lado físico por meio da acupuntura, King dirige grupos de apoio à fertilidade e se reúne com as mulheres e seus parceiros, um a um para discutir "como usar a mente de forma mais efetiva para influenciar o processo de engravidar e manter uma gravidez." O relaxamento progressivo, imagens guiadas e técnicas similares podem ajudar a preparar o corpo para uma gravidez saudável, explica.

Outros clientes têm dor crônica, tratados por psicoterapia, acupuntura e homeopatia.

King também mantém uma prática clínica geral de psicologia dentro da Healing Horizons, tratando clientes com depressão, ansiedade, transtorno bipolar, transtorno de estresse pós-traumático e outros problemas. "Estou vendo esses benefícios para pessoas que entram em questões psicológicas mais clássicas tratadas neste modelo integrativo que incorpora modalidades complementares", diz ela.

Quando os clientes entram com depressão, por exemplo, King usa terapia cognitivo-comportamental e outras abordagens psicológicas. Ela também usa biofeedback para ensinar aos clientes como eles podem usar suas mentes para influenciar o que está acontecendo em seus corpos.

Ela também pode encorajá-los a complementar isso com serviços de "bodywork" como forma de explorar como a depressão se expressa em seus corpos. A terapia craniosacral, por exemplo, alivia a tensão muscular e "libera os aspectos emocionais que se armazenam no corpo", diz ela. "Isso liberta as pessoas para se conscientizar de suas emoções de uma maneira nova".

A medicina integrativa geralmente significa integrar a psicologia em uma prática médica ocidental, diz King. "O que fazemos é realmente raro", diz ela.

Recursos

Mais de 30 por cento dos adultos dos EUA e 12 por cento das crianças dos EUA usam abordagens de cuidados de saúde desenvolvidas fora da medicina tradicional ocidental, ou convencional, de acordo com os Institutos Nacionais de Saúde. 

Fonte: APA (Google Tradutor)

Entrevista para o programa The Love School da TV Record

O Prof Armando Ribeiro recebeu a equipe de produção do programa The Love School da TV Record para comentar sobre os motivos que levam a quebra da confiança em um relacionamento afetivo e das estratégias para fortalecer a comunicação assertiva e promover um relacionamento saudável. 

Gravações para o jornal da RIT TV

Prof Armando Ribeiro foi um dos especialistas consultados pela equipe de produção do jornal da RIT TV para comentar sobre a pesquisa inglesa que apontou o risco de 33% de depressão e 12% de estresse em pessoas que passam mais de 1h presas no trânsito.


A Empresa VitalityHealth, especializada em seguro médico privado, afirma que quem passa horas no trânsito, seja dirigindo ou no transporte público, está mais propenso ao stress e à depressão, sem contar a perda de produtividade e problemas para dormir.

Pesquisa realizada pela empresa VitalityHealth, feito em parceria com a Universidade de Cambridge (Reino Unido), atesta o que muitos já sabíamos: desperdiçar horas de nossas vidas em congestionamentos, seja dirigindo, seja viajando no transporte público, pode causar stress e depressão. Além desses dois distúrbios, a pesquisa garante que podemos ter problemas pra dormir, e queda na produtividade.

O estudo utilizou como base um universo de 34 mil trabalhadores de indústrias do Reino Unido, avaliando como um deslocamento diário superior a 30 minutos poderia afetar a saúde e a produtividade.

Os resultados da pesquisa detectaram uma correlação altamente positiva entre tempo de deslocamento e saúde: pessoas que despenderam mais de uma hora por dia em seus deslocamentos apresentaram pior saúde mental: 33% delas com risco de depressão e 12% com maior probabilidade de stress relacionado ao trabalho. Mais: 46% apresentaram uma tendência de dormir menos do que as sete horas de sono recomendadas.

Já as pessoas que gastavam menos de 30 minutos na ida e na volta ao trabalho tinham uma semana extra de produtividade.

Uma das conclusões dos pesquisadores foi de que os congestionamentos condenam os trabalhadores que perdem tempo no trânsito a serem menos produtivos do que os que têm horários mais flexíveis.

Logo, quanto melhor a qualidade do sono e o estado mental dos trabalhadores, maiores serão tanto sua produtividade, quanto a satisfação com o trabalho.

sexta-feira, maio 26, 2017

Ansiedade: o mal do século?

Participação especial do Prof Armando Ribeiro no programa Vida Melhor da Rede Vida para falar sobre as novidades na avaliação e tratamento da ansiedade e do estresse excessivo.

Fitoterapia: O SUS das Práticas Integrativas

O tratamento das doenças a partir de plantas medicinais em Vitória (ES) 
faz a diferença no cuidado à saúde

Vitória, no Espírito Santo, oferta medicamentos fitoterápicos padronizados em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS). Além da fitoterapia, tem Reiki, dança circular, do-in e auriculoterapia. Outra marca relevante é a média de atendimentos em Práticas Integrativas e Complementares (PICS): 40 mil pessoas por ano. A rede tem 130 prescritores, 11 projetos de jardins terapêuticos e seis hortas urbanas em escolas, parques e áreas ociosas.

Segundo a coordenadora do Programa de Práticas Integrativas e Complementares (PICS) de Vitória, a médica Henriqueta Sacramento, a Fitoterapia é um tratamento das doenças a partir de extratos vegetais de plantas medicinais. Na Atenção Básica, é prescrita de acordo com critérios científicos de indicações, contraindicações e efeitos adversos.

Há uma relação municipal de medicamentos fitoterápicos, definida mediante critérios pela Comissão municipal de medicamentos, que são indicados para determinadas patologias. “Realizamos estudo sobre a aceitação da população aos fitoterápicos e observou-se que a maioria dos entrevistados têm aceitação da prática”, afirma a homeopata.

Histórico

Em 1992, Vitória instituiu o programa de Fitoterapia. Depois instituiu o projeto Farmácia Viva e a Política Municipal de Plantas Medicinais e Fitoterápicos, com participação dos servidores municipais na validação da normativa e acompanhamento pelo Conselho Municipal de Saúde. A oferta de medicamentos fitoterápicos começou após inauguração da farmácia de manipulação em 1996. Há 25 anos, o município vem trabalhando pela inclusão de mais práticas integrativas no SUS.

O município conta hoje com 130 prescritores e realiza cursos de capacitação em Fitoterapia na Atenção Básica e promoção da saúde, com regularidade. Desde 2013, a implementação dos Jardins Terapêuticos — espaços de cultivo de hortas de plantas medicinais e alimentícias nos serviços de saúde — busca resgatar o saber popular e a valorização do consumo consciente de plantas medicinais e alimentícias orgânicas, além do empoderamento e autonomia da população no preparo de seus próprios remédios caseiros para resolver algumas enfermidades.

“O trabalho na comunidade permite trocas de saberes, exercício da solidariedade e fortalecimento do vínculo com a natureza. São cultivados pelos servidores dos serviços, que estimulam a participação comunitária para cuidar, regar e produzir receitas caseiras através de Cursos e Oficinas”, contextualiza a especialista em homeopatia.

Implantação

A gestão municipal, em 1989, buscou instituir uma referência técnica em fitoterapia para assumir a coordenação do programa. Já em 1991, após a criação de vagas para médico, farmacêutico e engenheiro agrônomo, o município realizou concurso público para efetivar os profissionais do projeto.

As hortas urbanas comunitárias foram implementadas após a inserção dos jardins terapêuticos nas unidades de saúde, visando ampliar para terrenos ociosos. As hortas fazem parte do programa de governo desde 2013. Foram implantadas seis hortas em 2016 em terrenos ociosos de espaços públicos como a prefeitura, escolas, igrejas e unidades de saúde. Neste ano a demanda triplicou.

“A construção das hortas comunitárias busca incentivar o consumo consciente e o desenvolvimento local sustentável. Com isso, conseguimos melhorar a qualidade de vida da população, visando a redução de doenças crônicas, do consumo de alimentos industrializados e com agrotóxicos, e a utilização de medicamentos sintéticos”, conta Henriqueta.

O projeto estimula a convivência com ações educativas que visem trocas de experiências, educação em saúde, promoção da saúde e vida saudável, além de diminuir a exclusão social. A comunidade participa por iniciativa própria, demandando apoio da prefeitura, ou é convidada a participar de algum projeto.

“Realizamos reuniões visando conhecer a proposta ou apresentar a fitoterapia. Temos uma metodologia participativa. São realizados cursos e oficinas sobre cuidados na implantação e manutenção de uma horta, preparo de repelentes naturais, preparo de receitas caseiras, entre outros”, explica a médica.

Boas experiências

Na semana que vem, descubra como a Medicina Tradicional Chinesa mudou a realidade de Blumenau (SC). Histórias como a de Vitória acontecem em todo o país. Se no seu município há oferta de osteopatia, musicoterapia, quiropraxia, Ayurveda, biodança, dança circular, reflexoterapia, shantala, Terapia comunitária integrativa ou Yoga, envie sua história para o e-mail: educomunicacao.dab@gmail.com. Queremos divulgar experiências bem sucedidas para incentivar outros municípios a investirem na estruturação das PICS, bem como na melhoria da promoção, prevenção e cuidado da população.

quarta-feira, maio 24, 2017

Ansiedade: o mal do século? REDE VIDA

Participação do Prof Armando Ribeiro no programa Vida Melhor da Rede Vida para debater sobre como identificar e gerenciar os sintomas da ansiedade.

quarta-feira, maio 17, 2017

Naturopatia - O SUS das Práticas Integrativas

Na terceira reportagem da série, a alimentação saudável é um recurso já conhecido do cidadão de Palmeiras na Bahia para o cuidado da saúde

A Naturopatia foi o primeiro sistema terapêutico introduzido em Palmeiras (BA). Caracteriza-se pelo uso de meios naturais para ativar sistemas orgânicos de manutenção e recuperação de saúde, destacando a alimentação como fator básico de atuação e reforçando o uso de alimentos sem agrotóxicos, abonos artificiais e conservantes.

Palmeiras faz parte da Unidade de Conservação e do Parque Nacional da Chapada Diamantina (PARNA). A cidade tem pouco mais de nove mil habitantes. Atualmente, outras práticas, como dança-terapia, terapia comunitária integrativa, auriculopuntura, ginástica, roda de conversa para idosos, yoga para gestantes e grupo de bioenergética, fazem parte da rotina do cuidado na Atenção Básica do município baiano.

Em Palmeiras, a implantação das Práticas Integrativas e Complementares aconteceu de maneira natural. Antes mesmo do atual interesse por alimentação saudável a população local já buscava se alimentar de produtos livres de temperos artificiais, alimentos sem agrotóxicos e refeições vegetarianas integrais.

Há 10 anos, a Unidade Básica de Saúde Caeté-Açu oferta à população naturopatia e outras práticas. A partir do diálogo com o profissional — enfermeira, dentista, médico — e indicação para tal cuidado, o cidadão escolhe qual o sistema terapêutico que usará, independente do meio escolhido, em todos os casos, a ênfase na alimentação natural e integral está presente.

“Quando passei a ser funcionário do SUS local, a implantação já havia ocorrido de maneira imperceptível, influindo inclusive em outros povoados e na sede do município. A unidade de saúde, embora adstrita a uma área específica, passou a ser utilizada com fins naturoterapêuticos por gente de outros lugares de Palmeiras”, explica Aureo Augusto o servidor da prefeitura sobre a motivação para adotar as práticas.

Mais de duas mil pessoas são atendidas a partir da proposta de integratividade no cuidado em saúde. “Além dos integrantes das equipes de saúde, voluntários ajudam na ampliação desse cuidado”, conta Aureo. A rede de atenção também oferece produtos fitoterápicos de produção própria, ventosas e prescrições de florais de Bach, indicados por funcionários habilitados.

“O que nos faz enfrentar as dificuldades de introduzir algo novo no sistema de saúde vigente é justamente a resposta da população, que tem sido positiva. Para os profissionais de saúde, é importante ver a resposta de um processo de recuperação mais acelerado, além da ampliação da compreensão do binômio saúde/doença por parte dos nossos usuários”, reflete Aureo sobre a adesão dos usuários às práticas integrativas ofertadas pelo município.

Boas experiências

Na semana que vem, descubra como a Fitoterapia mudou a realidade de Vitória (ES). Histórias como a de Palmeiras estão por todo o país. Se no seu município há oferta de osteopatia, musicoterapia, quiropraxia, Ayurveda, biodança, dança circular, reflexoterapia, shantala, Terapia comunitária integrativa ou Yoga, envie sua história para o e-mail: educomunicacao.dab@gmail.com. Queremos divulgar experiências bem sucedidas para incentivar outros municípios a investirem na estruturação das PICS, bem como na melhoria da promoção, prevenção e cuidado da população.

Dicas pra levar uma vida bacana!

Dicas pra levar uma vida bacana! O que vc já faz? O que vc precisa fazer? ;-)

Ao vivo no programa Vida Melhor da Rede Vida

Prof Armando Ribeiro com a apresentadora Moniele Nogueira do programa Vida Melhor da Rede Vida para dar dicas sobre como reduzir o stress da tecnologia.

"Wi-Fi só depois de 30 min de conversa"


Prof Armando Ribeiro é neuropsicólogo e possui treinamentos em gestão do estresse e promoção da resiliência na Universidade de Harvard (EUA), além de ter criado um serviço inovador de "Programa de Avaliação do Estresse" do maior complexo médico-hospitalar da América Latina (Beneficência Portuguesa de SP).

Prof Armando Ribeiro além de dicas para gestão do estresse demonstra os efeitos do estresse no organismo, através da utilização de modernos equipamentos de biofeedback / neurofeedback no programa Vida Melhor da Rede Vida. A apresentadora aprendeu sobre os efeitos da respiração na redução do estresse, além da demonstração do biofeedback da atividade eletrodérmica da pele como um dos parametros da reação do estresse (luta-fuga).

Nossa campanha para o uso saudável da tecnologia.